Últimas Notícias

26/11/2014 às 12:26
Mendes fala da reforma política e Petrobras

Mendes fala da reforma política e Petrobras

26/11/2014 às 12:22
Ministro Gilmar Mendes explica encontro que vai discutir a reforma política

Ministro Gilmar Mendes explica encontro que vai discutir a reforma política

O Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP) realiza nesta semana o Congresso Brasiliense de Direito Constitucional. Entre os temas discutidos está a reforma política e, com isso, o evento vai reunir nomes como o vice-presidente Michel Temer, o presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) José Antônio Dias Toffoli e o senador José Serra.


Em entrevista à JOVEM PAN, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, também participante do congresso, disse nesta quarta-feira (26) que a importância do debate para a questão da reforma na política brasileira será o painel central. Questionado sobre a produção de algum documento conclusivo a ser enviado ao Congresso, Mendes afirmou que os resultados serão “amplamente divulgados”.


Petrobras no foco


O ministro também foi perguntado sobre a Petrobras, está em meio a uma série de denúncias de corrupção, não participar da Lei de Licitações. Para Mendes, é preciso esclarecer que antes “entendeu-se que era preciso flexibilizar esse modelo de licitação”.



“Não se tratava de suprimir a licitação, mas se tratava, simplesmente, de permitir que ela não tivesse as amarras da 86666, era essa a ideia. A ideia era entender isso a outras estatais nas mesmas condições. E veio esse experimento, o TCU (Tribunal de Contas da União) começou a declarar a inconstitucionalidade do decreto”, explicou no Jornal da Manhã.


Ainda de acordo com Mendes, a Petrobras passou, então, a obter várias liminares no Supremo afirmando a constitucionalidade do decreto ou, pelo menos, dizendo que o TCU não poderia dizer que ele é inconstitucional.


Ouça a entrevista completa no áudio.


 

26/11/2014 às 12:11
Angelina Jolie pensa em largar o cinema e ir para a política

fonte: Divulgação Angelina Jolie pensa em largar o cinema e ir para a política Angelina Jolie pensa em largar o cinema e ir para a política

Depois de ser nomeada Embaixadora da Boa Vontade pela ONU, Angelina Jolie teve contato com uma área que gostou muito: a política. Em entrevista para a ITV News, a atriz contou que tem vontade de fazer a diferença. "Sempre fui onde pensei que era necessária. Quando trabalhei com a ONU eu ia a campo. Então percebi que eu só conseguia ajudar até um certo ponto, porque alguém tinha que ir a Washington para lutar pela causa", explica ela. Jolie ainda não tem um plano traçado de como quer trabalhar na política.


Angelina sente que ainda há muito a ser feito ao redor do mundo e que gostaria de poder ajudar aqueles que estão desabrigados e que fogem de conflitos armados. "Parece que somos completamente incapazes de ajudar todas as pessoas que estão morrendo de fome. Acho que se você olhar ao redor do mundo, fica claro que simplesmente não estamos fazendo o suficiente", reflete.

26/11/2014 às 12:09
Em noite chuvosa, São Paulo era surpreendido pela Ponte Preta no Morumbi

fonte: Rubens Chiri/saopaulofc.net Em noite chuvosa, São Paulo era surpreendido pela Ponte Preta no Morumbi Em noite chuvosa, São Paulo era surpreendido pela Ponte Preta no Morumbi

O São Paulo faz o jogo mais importante do segundo semestre na noite desta quarta-feira , contra o Atlético Nacional da Colômbia, pela semifinal da Copa Sul-Americana. O palco será o Estádio do Morumbi, local temido pelos adversários que por lá pisam. Apesar do ótimo retrospecto em seus domínios, o Tricolor não tem boas recordações quando se fala em semifinal do torneio continental. Na última edição da competição, a equipe comandada por Muricy Ramalho viu a Ponte Preta passear na noite chuvosa de São Paulo e vencer por 3 a 1.


O dia 20 de novembro de 2013 prometia uma vitória fácil do esquadrão paulistano sobre os rivais do interior. Com um elenco muito mais qualificado – apesar de ter escapado por pouco do rebaixamento no Campeonato Brasileiro – o São Paulo dominou o início da partida e marcou aos 20 minutos, quando Aloisio roubou a bola de Diego Sacoman e deixou pra Ganso. O camisa 10 bateu seco rente à trave e colocou os donos da casa à frente no placar.


A chuva apertava no Morumbi, fazendo com que os mais de 50 mil torcedores presentes cantassem e pulassem para poder se aquecer. O time pareceu não compartilhar da mesma empolgação, e, pouco a pouco, a Ponte ia tomando conta das ações. As jogadas em velocidade com Chiquinho pela direita e Rildo pela esquerda.


Mas foi com o avanço do lateral Uendel que os ponte-pretanos chegaram ao empate. Aos 43, o camisa 6 invadiu a área pela esquerda e cruzou. O zagueiro Antonio Carlos tentou cortar, mas empurrou contra a própria meta, deixando tudo igual no placar.


Um verdadeiro dilúvio caiu sobre o gramado e afogou todo o futebol tricolor, para desespero da torcida presente nas arquibancadas. Logo aos 7, Fellipe Bastos cobrou escanteio, Paulo Miranda cortou mal. Rildo pegou o rebote e chutou no canto para grande defesa de Rogério. Sem nenhum defensor por perto, Leonardo só teve o trabalho de empurrar para o fundo da rede e complicar a vida dos são-paulinos.


O banho de água fria ficou ainda mais gelado aos 25. A defesa do São Paulo marcava mal e deixou espaço para Uendel. O lateral recebeu dentro da área e chutou para o gol. A bola desviou na perna de Wellington e matou Ceni, que viu as chances de chegar novamente a final da Copa Sul-Americana se complicarem. A Ponte segurou um empate por 1 a 1 na partida de volta para se classificar para a decisão.

Relembre todos os gols da partida!








26/11/2014 às 12:00
?Quase herói?, Simi detona arbitragem em jogo da eliminação corintiana

fonte: Rodrico Coca/Agência Corinthians ?Quase herói?, Simi detona arbitragem em jogo da eliminação corintiana ?Quase herói?, Simi detona arbitragem em jogo da eliminação corintiana

O pivô Simi, do Corinthians, tinha tudo para ser o herói da noite desta terça-feira (25). O camisa 11 foi o autor do gol de empate contra o Orlândia, no final do segundo tempo, que forçou a prorrogação, e no primeiro tempo extra, ele ainda deixou o Timão em vantagem de 1 a 0, o que deixou a equipe muito perto da final da Liga Futsal 2014. Porém, o time de Parque São Jorge acabou tomando a virada no segundo tempo da prorrogação e foi eliminado na semifinal da competição pelo quinto ano consecutivo. E Simi perdeu a cabeça.


No gol da virada orlandina, marcado por Dieguinho, os corintianos ficaram pedindo um toque de mão do camisa 89 da ADC Intelli/Orlândia, mas o gol acabou sendo confirmado. Revoltados, os corintianos partiram para cima do árbitro, que chegou a ser agredido, e Simi foi um dos que estava no meio da confusão, bastante inconformado.


Após o tumulto, já nos vestiários, o atleta do Corinthians concedeu entrevista ao Jovem Pan Online e, de cabeça mais fria, Simi comentou o jogo, mas não poupou duras críticas à arbitragem do decisivo confronto.


“Foi uma má atuação dos árbitros não só em um lance isolado, mas durante o jogo, e fez com que acabasse assim (em confusão). Um lance polêmico, no qual um da dupla de arbitragem marcou o gol e o outro marcou a falta, gerou tudo isso. Infelizmente a gente perdeu não por méritos do adversário e, sim, por um erro de arbitragem. Espero que o Corinthians tome alguma posição em relação a isso e não deixe a Liga continuar dessa forma”, detonou o pivô.


O camisa 11 frisou ainda que esses problemas com árbitros no futsal brasileiro têm sido constantes.


“Não é um jogo isolado. Se for ver o Falcão, em outras entrevistas, também acusou a arbitragem de algumas coisas. Acho que a federação, a confederação deviam preparar os árbitros porque é um jogo tenso. A gente sabe que eles estão sujeitos a erros, mas não desta forma”, apontou.


Mais uma vez eliminado na semifinal com o Corinthians, Simi preferiu exaltar o trabalho que vem sendo realizado no clube, apesar de outra não classificação para a decisão.


“Acho que o Corinthians tem se mantido entre os quatro melhores nestes cinco anos. Por mais que a gente não tenha chegado na final, acho que nossa equipe tem muito mérito. É um campeonato muito difícil, você conseguir chegar por cinco anos consecutivos na semifinal é por mérito”, falou, elogiando também a atuação do Corinthians nos dois jogos das semifinais.


“Fomos muito bem. Nos dois jogos. Sabíamos que a Intelli jogaria em cima dos nossos erros, como sempre aconteceu. A nossa equipe foi muito consciente, tanto na primeira partida, em Uberlândia (MG), como aqui. Saímos atrás e ainda tivemos força para buscar o jogo. Nossa equipe foi brilhante, mas não sei o que acontece aqui no Parque São Jorge. Teve uma bola que o Deivid (goleiro) poderia ter colocado para a linha de fundo, mas as decisões são tomadas na hora. Infelizmente o erro de arbitragem aconteceu. Perdemos o jogo”, finalizou o artilheiro corintiano.


O Corinthians foi eliminado sempre nas semifinais desde 2010, quando caiu para Marechal Rondon. Em 2011, o algoz foi o Carlos Barbosa, enquanto que nos últimos três anos, quem foi a ‘pedra no sapato’ do Timão foi a ADC Intelli/Orlândia, atual bicampeã.

26/11/2014 às 12:00
Técnico do Orlândia elogia equipe: ?nos defendemos muito bem?

fonte: Divulgação/ADC Intelli/Orlândia Técnico do Orlândia elogia equipe: ?nos defendemos muito bem? Técnico do Orlândia elogia equipe: ?nos defendemos muito bem?

Algoz do Corinthians nas últimas temporadas, a ADC Intelli/Orlândia voltou a aprontar na noite desta terça-feira (25) e, em pleno Parque São Jorge, virou a partida na prorrogação (2 a 1), após empate no tempo normal pelo placar de 1 a 1, e eliminou o alvinegro de Parque São Jorge nas semifinais da Liga Futsal.


Mais uma vez, a equipe orlandina teve o técnico Cidão como o grande mentor rumo a mais uma decisão da competição. Em entrevista ao Jovem Pan Online, o comandante do time do interior paulista destacou a força do Corinthians atuando em seus domínios, mas elogiou a postura de seus jogadores dentro de quadra.


“Nós sabíamos que iria ser um grande jogo, que o Corinthians iria jogar pressionando nas ações ofensivas. Nós tínhamos que marcar muito, que defender muito, e sempre que possível jogar, ter posse de bola”, disse Cidão.


O técnico do Orlândia comentou o duelo bastante acirrado e marcado por intensa marcação de ambos os times.


“O jogo se arrastou, altos e baixos para os dois lados, muitas chances de ambos os lados para ganhar. Foi um jogo parelho. Lógico que o Corinthians jogando em casa é mais forte, eles tentaram e agrediram um pouco mais, mas a gente já esperava por isso e nos defendemos muito bem”, finalizou.


Na final da Liga Futsal 2014, a ADC Intelli/Orlândia mede forças com o Futsal Brasil Kirin, de Sorocaba (SP), equipe do craque Falcão. Os jogos de ida e volta da decisão serão disputados nos dias 1º e 8 de dezembro.

26/11/2014 às 11:41
Geuvânio responsabiliza jogadores por ano fraco do Santos: "nada extracampo"

fonte: Folhapress Geuvânio responsabiliza jogadores por ano fraco do Santos: "nada extracampo" Geuvânio responsabiliza jogadores por ano fraco do Santos: "nada extracampo"

O Santos vive um final de temporada melancólico. Fora da Copa do Brasil e sem pretensões no Campeonato Brasileiro, o que agita o clube são as eleições presidenciais marcadas para dezembro. Os candidatos prometem muitas mudanças e Geuvânio, um dos principais nomes do Peixe no ano, acham que elas serão necessárias. Contudo, apesar dos bastidores conturbados, o jovem meia garantiu que o desempenho irregular do time no ano não foi influenciado pelos fatores extracampo. Antes de encerrar sua participação no Brasileirão, o time de Enderson Moreira vai encarar Botafogo (casa) e Vitória (fora).


Jovem Pan Online transmite, minuto a minuto, todos os lances da partida entre Santos e Botafogo. Para acompanhar, acesse www.jovempan.com.br a partir das 22h (de Brasília).


Desde que assumiu, o técnico Enderson Moreira apontou erros no planejamento da montagem do elenco alvinegro. Geuvânio evitou pedir reforços para o ano que vem e disse confiar na diretora que assumir o clube. "Eu não entro muito nessa parte de reforços, muita coisa vai mudar, a diretoria, a presidência... Eles sabem o que precisam ser feito. Estou com a cabeça tranquila para que a gente possa lutar e conquistar títulos", disse. 


Com modestos 47 pontos em 36 jogos, o Peixe ocupa a 11ª posição e não almeja mais nada no ano. Geuvânio tentou justificar a situação. "Isso (indefinições pela eleição) não nos atrapalhou. Nós perdemos a Copa do Brasil. Então, querendo ou não, bate aquela tristeza. Estávamos com a expectativa de chegar à final. Então, quando perdemos, foi complicado. Nada que vai mudar nos atrapalhou. Nada extracampo", garantiu. 


Antes de entrar em férias, o Santos enfrentará Botofogo e Vitória, duas equipes que brigam para ficar na elita do futebol brasileiro. A revelação santista não mostrou compaixão com os adversários. "Estou voltando agora e quero vencer. Estou motivado porque fiquei muito tempo sem jogar. Temos que terminar este ano bem, e isso só acontece vencendo. Precisamos ganhar os últimos jogos", finalizou.


26/11/2014 às 11:40
Número de latrocínios e roubos em geral apresenta alta em São Paulo

Número de latrocínios e roubos em geral apresenta alta em São Paulo

Os latrocínios e roubos em geral registraram alta no estado de São Paulo e na capital já crimes relacionados a veículos têm queda nos indicadores. Números divulgados nesta terça-feira (25) pela Secretaria da Segurança Pública mostram a subida de roubos no Estado pelo décimo sétimo mês seguido.


Os latrocínios tiveram alta de 41% na capital: foram 12 casos em outubro de 2013 e 17 no mesmo mês deste ano. A alta deste tipo de crime no Estado foi de 21,7%; o secretário  de Segurança, Fernando Grella Vieira, defende mudanças na legislação.


Especificamente os roubos a banco também registraram alta: de 15 para 21 em todo o Estado e de 9 para 10 na capital paulista. O membro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Guaracy Mingardi, disse a Tiago Muniz que esse crime não é praticado por um ladrão principiante.


Os roubos e furtos de veículos tiveram quedas tanto na soma geral do estado como na capital; a secretaria atribui os resultados à nova lei dos desmanches. Os homicídios dolosos caíram um vírgula oito por cento em todo o Estado; a taxa está em 10,11 homicídios para cada 100 mil habitantes.


 

26/11/2014 às 11:38
Cadeirinhas para carros vendidas no Brasil têm desempenho apenas aceitável

Cadeirinhas para carros vendidas no Brasil têm desempenho apenas aceitável

As cadeirinhas para carros vendidas no Brasil têm desempenho apenas aceitável em avaliação da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor. Em sua quarta edição, o teste comprovou que nenhum dos dez modelos submetidos a testes obteve mais de três estrelas, de cinco possíveis.


As piores notas foram nas simulações de batidas contra a lateral dos carros: em três modelos, houve forte impacto da cabeça na porta do veículo. A coordenadora institucional da Proteste, Maria Inês Dolci, alertou que o cenário desafia o mercado, mas que transportar sem o dispositivo é inaceitável.


Compartilhando a mesma opinião, a coordenadora institucional da ONG Criança Segura alertou que a avaliação provou que é necessário melhorar. Falando à repórter Cris Santos, Alessandra Françoia explicou que o teste feito em parceria com a Global NCAP é mais rigoroso que a norma brasileira.


A lei diz que crianças de até um ano ou 13 quilos devem ser levadas no bebê conforto; de um a 4 anos, o que corresponde de 9 a 18 quilos, na cadeirinha. Crianças de 4 a 7 anos e meio, correspondendo de 18 a 36 quilos, devem usar o assento de elevação.


Já as crianças de sete anos e meio a dez anos devem estar no banco traseiro, com o cinto de segurança. A penalidade pelo descumprimento da lei é de 7 pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 191,54.


 

26/11/2014 às 11:37
Setor de material de construção deve fechar ano com queda

Setor de material de construção deve fechar ano com queda

O setor de material de construção deve fechar 2014 em queda de 5% em relação ao ano anterior, de acordo com a Abramat. Somente no mês de outubro, a redução nas vendas chegou a 8,9% na comparação com o mesmo mês de 2013.


O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção espera melhora para o ano que vem. Falando a Daniel Lian, Walter Cover disse que o governo deve passar confiança apresentando mudanças que levem prosperidade à economia.


O presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil, José Romeu Ferraz, explicou que o setor trabalha com médio e longo prazo. Para ele, é necessário deixar a estagnação e projetar crescimento adequado passando pela retomada da confiança do empresariado.


Ainda de acordo com o estudo da Abramat, o nível de emprego na indústria de materiais de construção subiu 2,6% em outubro. O dado é comparado com o mesmo mês do ano passado, mas caiu 0,3% em relação a setembro deste ano.


 

26/11/2014 às 11:33
Meta fiscal é um assunto que já deveria ser tratado pelo novo ministro da Fazenda, dizem especialistas

Meta fiscal é um assunto que já deveria ser tratado pelo novo ministro da Fazenda, dizem especialistas

Economistas afirmam que meta fiscal de 2014 é um assunto que já deve ser tratado pelo novo ministro da Fazenda. O presidente do Congresso, senador Renan Calheiros, disse que fica para esta quarta-feira (26), às 12h, a votação do projeto de lei que derruba a meta fiscal.


A análise depende da apreciação de 38 vetos presidenciais que trancam a pauta da Casa e de outros quatro projetos de lei. Mas a economista Monica De Bolle apontou a expectativa para o anúncio da equipe econômica que inclui Joaquim Levy como ministro da Fazenda.


O economista André Saconato apontou em boas perspectivas para a economia brasileira nos próximos meses. De acordo com ele, ninguém melhor do que Joaquim Levy para reconstituir a confiança do investidor no país.


Notícias de que uma ala do PT estaria discordando do modelo Joaquim Levy derrubaram a Bovespa na segunda-feira. Em entrevista a Denise Campos de Toledo, o analista de investimentos, Pedro Galdi, destacou que ontem os mercados tentaram se recuperar.


Se tudo ocorrer conforme o previsto, o anúncio das nomeações dos novos ministros deverá ocorrer amanhã, quinta-feira. Joaquim Levy está em Brasília desde segunda-feira, estudando medidas para propor à presidente Dilma Rousseff.


 

26/11/2014 às 11:32
Número de mortes por câncer de colo do útero sobe no Brasil

Número de mortes por câncer de colo do útero sobe no Brasil

O número de mortes por câncer de colo do útero subiu 28% em dez anos no Brasil, mas taxa de mortalidade tem redução. A quantidade de óbitos em 2012 aumentou para 5.264, marcando queda proporcional ao crescimento da população brasileira.


Para evitar o avanço da doença, o governo federal adotou em março deste ano a vacinação no Sistema Único de Saúde para meninas de 9 a 13 anos. A coordenadora de oncologia do Instituto do Câncer de São Paulo, Pilar Esteves, acreditou que a imunização trará resultados a longo prazo.


O Ministério da Saúde comunicou que as meninas de 12 e 13 anos têm até o final do ano para receber a primeira dose. O presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia, Evaniu Wiermann, disse a Victor La Regina que a vacina contra o HPV é completamente segura.


Wiermann destacou a importância de tomar a segunda dose da vacina, a qual teve apenas 49% de adesão do público-alvo. Com o mais recente resultado, o câncer de colo do útero ainda é o terceiro tipo da doença que mais mata mulheres no Brasil atualmente.


 

26/11/2014 às 11:30
Wanessa Camargo desembarca e tira fotos com fãs

fonte: Wanessa Camargo desembraca no aeroporto Wanessa Camargo desembarca e tira fotos com fãs Wanessa Camargo desembarca e tira fotos com fãs

A cantora Wanessa Camargo desembarcou no aeroporto Santos Dummont, no Rio de Janeiro, e foi carinhosa com os fãs. Chegou, inclusive, a ser seguida por alguns deles na manhã desta quarta-feira (26).


A artista mostrou look despojado, com pernas para fora, uma bela camisa, chapéu e óculos escuros.


A mãe de João Francisco e José Marcus tem shows agendados no Rio na próxima sexta-feira (28).

26/11/2014 às 11:30
Fiscalização intensa ao comércio eletrônico vai ajudar a reduzir reclamações durante a Black Friday

Fiscalização intensa ao comércio eletrônico vai ajudar a reduzir reclamações durante a Black Friday

A fiscalização intensa ao comércio eletrônico vai ajudar a reduzir reclamações durante a Black Friday, mas o consumidor deve ficar atento aos preços. O Procon terá plantão para tirar dúvidas e registrar reclamações, entre 19h de quinta-feira e 0h de sexta-feira, dia das promoções.


Desde agosto, equipes monitoram varejistas na web porque, nos últimos anos, comerciantes elevaram preços ou simulavam redução de valores na Black Friday. O diretor executivo do Procon de São Paulo, Alexandre Modonezi, explicou a Thiago Uberreich que a ajuda aos clientes será feita no momento da compra.


De acordo com Modonezi, as reclamações podem ser feitas pelo ww.procon.sp.gov.br ou pelo telefone 151. O advogado José Eduardo Tavolieri, especialista em consumo e conselheiro da OAB, explicou que o cliente tem direito à devolução do produto.


Tavolieri acrescentou que o consumidor tem sete dias para desistir da compra e não precisa dar justificativas ao lojista. A primeira black friday no Brasil, em 2010, movimentou R$ 3 milhões em vendas, enquanto que a do ano passado registrou R$ 424 milhões.


 

26/11/2014 às 11:18
Wanessa Camargo faz fotos com fãs em aeroporto

fonte: Wanessa Camargo desembraca no aeroporto Wanessa Camargo faz fotos com fãs em aeroporto Wanessa Camargo faz fotos com fãs em aeroporto

26/11/2014 às 11:07
Em maior clássico da história, Cruzeiro e Atlético-MG decidem Copa do Brasil

fonte: Folhapress Em maior clássico da história, Cruzeiro e Atlético-MG decidem Copa do Brasil Em maior clássico da história, Cruzeiro e Atlético-MG decidem Copa do Brasil

Cruzeiro e Atlético-MG se enfrentam, nesta quarta-feira (26), no Mineirão, no que será o maior clássico da história de uma das rivalidades mais fortes do país. Além do título da Copa do Brasil de 2014, o duelo vale a chance de vencer o arquirrival na primeira decisão nacional entre os dois. Para o Galo, a conquista seria inédita enquanto para a Raposa, o caneco significaria a segunda Triplíce Coroa da história do clube, além de consagrar os celestes como maior vencedor do torneio com cinco taças, superando o Grêmio.


Para chegar ao título, o Cruzeiro vai precisar reverter a vantagem de 2 a 0 sofrida no jogo de ida, no Independência. Para ser campeão no tempo normal, o time do técnico Marcelo Oliveira terá de terminar os 90 minutos com uma vantagem de três gols. Caso o placar do primeiro jogo se repita, haverá decisão por pênaltis. Empate ou derrota por um gol dá o título à equipe de Levir Culpi.


Com o Mineirão tomado por cruzeirenses, o atual bicampeão brasileiro chegará mais desgastado para a partida. Isso porque o time de Marcelo Oliveira realizou partida dura diante do Goiás no último domingo (23) enquanto o Atlético-MG vinha atuando em um ritmo mais lento, por vezes, até poupando titulares.


A condição física precária dos azuis pode tirar Mayke da grande final, William Farias, volante de origem, pode ser improvisado na lateral. O técnico Levir Culpi, por sua vez, não terá o suspenso Josué para o duelo decisivo. Rafael Carioca assumirá a vaga do experiente jogador.


Se o Cruzeiro espera repetir o histórico feito da Triplíce Coroa, o Galo quer conquistar o quarto título no Mineirão depois da reforma do estádio. Desde que virou uma Arena, o Atlético-MG conquistou um Campeonato Mineiro (2013), uma Libertadores (2013) e uma Recopa Sul-Americana (2014) no gramado mais tradicional de Minas Gerais.


Luiz Flávio de Oliveira será o árbitro da grande final, auxiliado por Marcelo Van Gasse e Emerson de Carvalho. 


Prováveis escalações:


Cruzeiro: Fábio, Willian Farias (Mayke), Léo, Bruno Rodrigo e Egídio; Henrique e Lucas Silva; Éverton Ribeiro, Ricardo Goulart e Willian; Marcelo Moreno. Técnico: Marcelo Oliveira


Atlético-MG: Victor, Marcos Rocha, Jemerson, Leonardo Silva e Douglas Santos; Leandro Donizete, Rafael Carioca, Dátolo e Luan; Diego Tardelli e Carlos. Técnico: Levir Culpi


 

26/11/2014 às 10:42
Império: Leonardo vai morar nas ruas

fonte: Divulgação/TV Globo Império: Leonardo vai morar nas ruas Império: Leonardo vai morar nas ruas

Repleto de dívidas e sem condições de pagá-las, Leonardo (Klebber Toledo) vende os pertences mais valiosos para se bancar. As contas, porém, não param de chegar e ele se recusa a aceitar ajuda de amigos. Cansado, sem forças e tomado pela depressão, o personagem de Klebber Toledo deixa as chaves de seu apartamento com o porteiro. Apenas com uma mochila, ele decide ir morar nas ruas.


A vida do jovem foi destroçada após publicação de uma fofoca no blog de Téo Pereira (Paulo Betti) divulgando o caso entre ele e Cláudio (José Mayer). Nem como palhaço ele conseguiu se estabelecer, já que foi reconhecido em uma infantil e dispensado do trabalho. 

A Rede Globo prevê que as cenas serão exibidas nesta semana.

26/11/2014 às 10:35
Jornal catalão exalta recorde de Messi; veja capas

fonte: Reprodução Jornal catalão exalta recorde de Messi; veja capas Jornal catalão exalta recorde de Messi; veja capas

26/11/2014 às 09:48
Otello Zeloni inaugurou programas culinários comandados por homens

fonte: Reprodução Otello Zeloni inaugurou programas culinários comandados por homens Otello Zeloni inaugurou programas culinários comandados por homens

O ator italiano Otello Zeloni comandou em 1971 o programa de culinária Zeloni Forno e Fogão, o primeiro do gênero apresentado por um homem. Tuta lembra que seu tio, Marcelino de Carvalho, também fazia grandes aulas de culinária na TV, mas a estrutura do programa era diferente.


Antes de vir para o Brasil, Zeloni era piloto da FAI (Força Aérea Italiana) na II Guerra Mundial, e sofreu dois acidentes. A dupla de diretores selecionou um trecho de um momento incrível do ator italiano e de Raul Solnado no Show do Dia 7, que aconteceu em 7 de julho de 1967, no Teatro Paramount, em São Paulo. Confira no áudio.

26/11/2014 às 09:43
Otello Zeloni foi primeiro homem a ter um programa de culinária

Otello Zeloni foi primeiro homem a ter um programa de culinária

26/11/2014 às 08:58
Jovem japonês denuncia universidade para mulheres por discriminação

Jovem japonês denuncia universidade para mulheres por discriminação

Tóquio, 26 nov (EFE).- Um jovem japonês denunciou por discriminação de gênero uma universidade pública feminina do país que rejeitou sua solicitação de admissão por ser homem, a primeira reivindicação deste tipo no Japão, segundo informou nesta quarta-feira a imprensa local.


O jovem, que pretendia se matricular em nutrição na Universidade Feminina de Fukuoka, no sudoeste do país, levou o caso aos tribunais com o argumento de que o monopólio de gênero em uma instituição pública de ensino superior é contrário à Constituição japonesa.


"Não permitir que homens passem no exame de admissão viola o artigo 14, que proclama a igualdade de sexos perante a lei", afirmou o jovem, que não quis ser identificado, em declarações ao jornal japonês "Asahi".


As universidades femininas são frequentes no Japão, tanto públicas como privadas.


Em sua denúncia, ele alega que a Universidade Feminina de Fukuoka é a única unidade pública que oferece cursos de nutrição em sua região, e acrescenta que não pode pagar a matrícula de outras instituições privadas onde também é possível fazer a carreira, de acordo com o jornal.


O estudante também reivindica uma indenização de 500 mil ienes, aproximadamente US$ 11 mil, por não ter conseguido se matricular.


Seu advogado afirmou em entrevista à agência "Kyodo" que as universidades femininas "surgiram com o papel de favorecer os estudos das mulheres em uma época em que as mesmas tinham menos oportunidades", o que segundo sua opinião "já não é necessário" na sociedade atual.


A luta contra a discriminação de gênero é uma das prioridades políticas do Executivo do primeiro-ministro Shinzo Abe, que iniciou inúmeras ações para promover uma maior integração trabalhista da mulher.


No Japão, a porcentagem de mulheres entre o total de formados universitários chega a 40% -contra a média de 60% dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento ou Econômico (OCDE), de acordo com dados da entidade.


Além disso, a participação feminina no mercado de trabalho japonês foi de 62,5% em 2013, enquanto a masculina foi de 80,6%. A proporção de mulheres em cargos de chefia não chega a 12%, enquanto que em outros países ocidentais este porcentagem é de aproximadamente 30% ou 40%. EFE

26/11/2014 às 08:53
ONU pede US$ 405 milhões para ajuda humanitária no Afeganistão

ONU pede US$ 405 milhões para ajuda humanitária no Afeganistão

Cabul, 26 nov (EFE).- A ONU advertiu nesta quarta-feira que são necessários US$ 405 milhões para atender em 2015 3,8 dos 7,4 milhões de afegãos contemplados no plano de resposta do organismo para dar assistência aos que sofrem, de forma mais severa, com as consequências da guerra e dos desastres naturais no país.


Esta quantidade contribuiria para "salvar vidas de vítimas civis do conflito com ajuda médica de emergência, que é um dos elementos-chaves", disse em entrevista coletiva em Cabul o coordenador humanitário da ONU no Afeganistão, Mark Bowden.


O Plano de Resposta Humanitária das Nações Unidas para o Afeganistão prevê em 2015 atender 3,8 milhões de pessoas das 7,4 milhões que se encontram em situação crítica, vítimas da violência, das catástrofes naturais e das carências em saúde e alimentícias.


O programa inclui os deslocados internos e os procedentes da vizinha região paquistanesa do Waziristão, onde o Exército iniciou em junho uma ofensiva contra os insurgentes.


Bowden assegurou que mais de 100 mil pessoas tiveram que abandonar seus lares neste ano no Afeganistão pela violência, que até setembro acumula "7.965 vítimas civis" em um país que necessita de alimentos, serviços de saúde e água potável, especialmente nas zonas mais inseguras, deprimidas e remotas.


Abdullah Abdullah, chefe do governo de Afeganistão, cargo criado a partir da crise pós-eleitoral que começou em maio, acredita que o próprio Executivo afegão, a comunidade internacional e as organizações humanitárias abordem como melhorar a transparência e eficiência na ajuda.


"Uma coordenação melhor e a maior prazo pode nos ajudar a tirar o povo da pobreza e da vulnerabilidade perante desastres naturais", acrescentou na entrevista coletiva conjunta.


Abdullah exigiu aos insurgentes que permitam que a ajuda prevista neste plano do Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (UN-OCAH) chegue às zonas sob seu controle.


O Afeganistão atravessa um de seus períodos mais violentos depois que no ano passado as forças afegãs se tornaram responsáveis pela segurança após a retirada paulatina da missão da Otan, a Isaf, que terminará no final de 2014.


No entanto, a Otan anunciou que manterá no país cerca de 2,7 mil militares a partir de 2015, enquanto que os Estados Unidos desdobrarão no terreno ao redor de 9,8 mil soldados até 2024.


Em maio, mais de duas mil pessoas morreram em um deslizamento de terras no nordeste do país. EFE

26/11/2014 às 08:35
Combates por controle de represa de Mossul deixam 43 jihadistas mortos

Combates por controle de represa de Mossul deixam 43 jihadistas mortos

Mossul (Iraque), 26 nov (EFE).- Pelo menos 43 membros do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) morreram nesta quarta-feira em enfrentamentos com as tropas curdas peshmergas perto da estratégica represa da cidade de Mossul, no norte do Iraque, cujo controle os extremistas tentam recuperar sem sucesso.


O dirigente da União Patriótica do Curdistão, Gayaz al Suryi, disse à Agência Efe que uma força de mais de 500 combatentes do EI, com veículos e armamento pesado, atacou os peshmergas nas localidades de Sahrish, Eluan e Kerfer e na zona de Yazira al Berkam.


O dirigente curdo revelou que a coalizão internacional efetuou ataques aéreos contra os jihadistas, que tentaram tomar o controle dessas áreas, pertencentes ao distrito de Zemar, com o objetivo de ocupar novamente a represa.


A coalizão internacional informou ontem que seus aviões lançaram mais de quatorze ataques aéreos nas cercanias do reservatório e da cidade de Tal Afar, ao oeste de Mossul.


Al Suryi afirmou que o enfrentamento foi um dos mais sangrentos travados até agora pelas tropas curdas contra o EI.


Onze soldados curdos ficaram feridos nos combates, alguns gravemente, e tiveram que ser hospitalizados na província curda iraquiana de Dohuk.


Os pershmergas recuperaram a represa em 16 de agosto, após a instalação ser controlada durante mais de vinte dias pelos jihadistas.


A represa de Mossul, que é uma das maiores do Iraque e a quarta do Oriente Médio, está localizada no setor norte da bacia do rio Tigre. EFE

26/11/2014 às 08:24
Membros de equipe que luta contra a pólio no Paquistão são assassinados

Membros de equipe que luta contra a pólio no Paquistão são assassinados

Islamabad, 26 nov (EFE).- Quatro membros de uma equipe que luta contra a poliomielite foram assassinados nesta quarta-feira quando participavam de uma campanha de vacinação, em um ataque no qual ficaram feridos dois cidadãos da cidade de Quetta, no oeste do Paquistão, informou à Agência Efe uma fonte policial.


Dois homens a bordo de uma motocicleta abriram fogo contra os funcionários da saúde às 9h30 local (1h30, em Brasília) na área de Eastern Bypass e fugiram após o ataque, disse o porta-voz policial Akram Yaar.


Os dois civis que ficaram feridos foram levados a um hospital.


O governo local lançou no começo do mês uma campanha contra a pólio em 11 distritos na província de Baluchistão, da qual Quetta é a capital, entre fortes medidas de segurança com a intenção de vacinar 238 mil crianças menores de cinco anos.


O Paquistão se transformou no país mais afetado pela pólio com 253 casos neste ano, o que triplica os 93 de 2013 e supera o recorde de 199 em 2000.


Os ataques armados contra vacinadores e seus seguranças por grupos fundamentalistas são comuns em todo o país e são o principal obstáculo para a luta contra a doença no país asiático.


Embora os talibãs não costumem reivindicar estas ações, grupos afins a eles e com base na zona tribal fronteiriça com o Afeganistão começaram em 2012 a cometer ataques armados contra os trabalhadores sanitários.


Entre outros argumentos, os fundamentalistas alegam que a campanha contra a pólio faz parte de um complô ocidental para esterilizar os muçulmanos e que os vacinadores trabalham como espiões para a CIA.


A OMS confirmou casos recentes de pólio com cepas procedentes do Paquistão em países como a Síria, Israel, Palestina e Egito. EFE

26/11/2014 às 07:57
Comissão Europeia lança plano de 315 bilhões de euros para estimular economia

Comissão Europeia lança plano de 315 bilhões de euros para estimular economia

Estrasburgo (França), 26 nov (EFE).- O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, afirmou nesta quarta-feira que após "anos de luta" da UE para restaurar sua credibilidade financeira e promover reformas, o continente conseguiu virar uma página e promover um novo impulso ao investimento com um plano de 315 bilhões de euros.


"Hoje a Europa vira uma página. Após anos de luta para restaurar a credibilidade fiscal e promover reformas, hoje acrescentamos um terceiro elemento a um círculo virtuoso: um plano de investimento ambicioso mas realista para a Europa", disse Juncker ao plenário do parlamento Europeu reunido em Estrasburgo (França).


"O Natal chegou cedo", disse o ex-primeiro-ministro de Luxemburgo ao apresentar oficialmente o plano de investimento público e privado para a União Europeia (UE) de 315 bilhões bilhões de euros durante os próximos três anos, cujo anúncio foi antecipado diante da fraqueza da economia europeia e da falta de investimentos, em baixa de 15% desde os níveis de 2007.


Na opinião de Juncker, "a Europa necessita decolar neste sentido e a Comissão está aplicando os cabos de decolagem" com o novo fundo.


O plano consiste em criar o chamado Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos, administrado pelo Banco Europeu de Investimentos (BEI) e financiado por esta instituição e pela Comissão Europeia, e que contará com 21 bilhões de euros como alavanca para atrair mais investimentos.


Para Juncker, investir na Europa significa mais que números, projetos, dinheiro ou regras, já que o objetivo gira em torno dos cidadãos, principalmente os desempregados.


Em setembro passado havia 24,5 milhões de desempregados na UE e 18,3 milhões na zona do euro, segundo dados do Eurostat.


A Comissão Europeia pretende somar entre 330 bilhões e 410 bilhões de euros ao Produto Interno Bruto (PIB) da UE e criar entre um milhão e 1,3 milhão de empregos nos próximos três anos.


Juncker disse ainda que a UE não deve descuidar dos sacrifícios feitos durante os últimos seis anos para superar a crise, mas seguir realizando reformas e abrindo mercados.


Segundo o presidente da Comissão, esses são dois elementos necessários mas não suficientes para gerar crescimento, pois "nenhuma árvore pode crescer só com ar e terra", de modo que o plano de investimento, para Juncker, representa "a água". EFE

26/11/2014 às 07:57
Museu polonês relata roubo de oito sapatos de judeus vítimas do Holocausto

Museu polonês relata roubo de oito sapatos de judeus vítimas do Holocausto

Varsóvia, 26 nov (EFE).- As autoridades polonesas informaram sobre o roubo de oito sapatos que pertenceram a judeus vítimas do Holocausto, que estavam expostos em uma das salas do museu do antigo campo de concentração de Majdanek (leste da Polônia), onde durante a Segunda Guerra Mudnial foram assassinadas milhares de pessoas.


Os sapatos roubados faziam parte de uma mostra de 56 mil sapatos pertencentes aos prisioneiros que estiveram no campo, segundo publicaram nesta quarta-feira os meios de comunicação locais.


A polícia polonesa acredita que o roubo pode ter ocorrido entre os dias 18 e 20 de novembro, quando um dos funcionários descobriu que tinha sido cortada uma parte do arame onde os sapatos estavam apoiados.


O número de assassinados no campo de concentração de Majdanek, que funcionou entre 1941 e 1944, oscilam entre 200 mil e 400 mil pessoas. EFE

26/11/2014 às 07:37
Após sete mil quilômetros de busca submarina, nada sobre MH370 foi encontrado

Após sete mil quilômetros de busca submarina, nada sobre MH370 foi encontrado

Sydney (Austrália), 26 nov (EFE).- As equipes contratadas pela Austrália para buscar os destroços do avião desaparecido da Malaysia Airlines rastrearam cerca de sete mil quilômetros quadrados de leito marinho no oceano Índico sem encontrar nada, informaram nesta quarta-feira fontes oficiais.


"Houve buscas até o momento em cerca de sete mil quilômetros de leito marinho", segundo um comunicado do Centro de Coordenação de Agência Conjuntas (JACC, sigla em inglês) da Austrália, país que coordena a operação por sua proximidade com o local das buscas.


Esta zona está localizada ao longo do chamado "sétimo arco", uma curva que se estende diante do litoral ocidental da Austrália, onde os especialistas calculam que o avião que fazia o voo MH370 possa ter caído.


A princípio, as equipes de resgate achavam que a área de 600 quilômetros de comprimento e 90 de largura estava ao oeste de Perth, mas no mês passado novas análises determinaram duas áreas de prioridade situadas ao sul desse ponto.


O chefe do Escritório Australiano de Segurança no Transporte, Martin Dolan, assegurou hoje ao jornal "The West Australian" que a busca pelo MH370 está "encaminhada" e atribuiu as duas zonas de busca a distintas metodologias utilizadas para calcular a trajetória.


Dolan descartou que haja divergências entre os cinco equipes de investigadores, cujo consenso inicial foi baseado nos dados disponíveis, mas que com as novas informações "os resultados das distintas metodologias não coincidem exatamente".


Enquanto isso, especialistas da Organização para a Pesquisa Industrial e Científica da Comunidade da Austrália (CSIRO) elaboram modelos para identificar em quais lugares poderiam aparecer destroços do avião que caiu no Índico.


Inicialmente foi apontado que os os destroços poderiam estar no litoral ocidental da ilha de Sumatra, no oeste da Indonésia, 123 dias depois do acidente, mas quase nove meses depois nada foi encontrado.


"Estamos trabalhando para ver se podemos atualizar o modelo para uma zona mais ampla onde tenha possibilidades dos destroços terem alcançado a margem", disse o coordenador da busca, Peter Foley.


O avião de Malaysia Airlines desapareceu em 8 de março com 239 pessoas a bordo após mudar de rumo em uma "ação deliberada", segundo os especialistas, apenas 40 minutos após ter decolado de Kuala Lumpur com direção a Pequim. EFE

26/11/2014 às 07:37
Choques entre milicianos xiitas e clã sunita deixam 5 mortos no Iêmen

Choques entre milicianos xiitas e clã sunita deixam 5 mortos no Iêmen

Sana, 26 nov (EFE).- Pelo menos quatro membros do importante grande clã sunita Al Ahmar e um do movimento xiita dos houthis morreram nesta quarta-feira em enfrentamentos no centro da capital do Iêmen, Sana, informou à Agência Efe uma fonte de segurança.


Os combates começaram na madrugada no bairro Al Hasba, perto do Ministério do Interior e reduto do clã Al Ahmar, inimigo do movimento houthi, que controla Sana desde setembro.


O estopim do confronto foi a recusa de integrantes do clã Al Ahmar de parar o veículo no qual viajavam em um posto de controle houthi no bairro.


Os distúrbios deixaram sete milicianos xiitas e três sunitas feridos. Além disso, a casa de um líder tribal sunita foi incendiada.


A fonte afirmou que os houthis cercaram o complexo de casas onde vive o líder máximo de Al Ahmar, o xeque Sabeq. Autoridades tribais foram ao local para tentar controlar a situação.


Os milicianos xiitas revelaram que dois de seus membros morreram hoje em uma emboscada no sul de Sana, sem dar mais detalhes.


Al Ahmar era um dos mais influentes clãs do norte e oeste do Iêmen até que os houthis expulsaram seus integrantes de seus principais redutos na província de Amran e do norte de Sana em meados deste ano.


Os dirigentes de Al Ahmar, especialmente o magnata Hamid Abdullah al Ahmar, que vive na Turquia e é irmão menor de Sabeq, lideraram os grandes protestos que levaram à saída do poder de Ali Abdullah Saleh, em 2011.


Hamid é além disso dirigente do sunita Partido da Reforma Islâmica, que representa a Irmandade Muçulmana iemenita e é rival político dos houthis.


O movimento xiita, que expandiu seu domínio para várias províncias, enfrenta uma dura resistência nas regiões de Al Baida e Eb, no centro do Iêmen, por parte da Al Qaeda e de clãs sunitas. EFE

26/11/2014 às 07:25
Ataque de drone no Afeganistão deixa 3 supostos insurgentes mortos

Ataque de drone no Afeganistão deixa 3 supostos insurgentes mortos

Cabul, 26 nov (EFE).- Três supostos insurgentes talibãs morreram em um bombardeio de um drone americano na província de Laghman, no leste do Afeganistão, informou nesta quarta-feira à Agência Efe uma fonte oficial.


O ataque ocorreu ontem em Panda-Kachi, no distrito de Alingar, disse o porta-voz do governador provincial, Sarhadi Zwak. As vítimas estavam andando no momento do bombardeio.


De acordo com a fonte, os mortos supostamente pertenciam à facção talibã Sultan Khan, envolvida em ataques contra as forças de segurança afegãs.


O ataque aconteceu no mesmo dia em que o líder dos talibãs paquistaneses, o mulá Fazlula, escapou ileso de um bombardeio americano no qual morreram pelo menos cinco supostos insurgentes em uma zona fronteiriça entre Paquistão e Afeganistão.


Fazlula, chefe do principal grupo insurgente paquistanês, o Tehrik-e-Taliban Pakistan (TTP), encontrava-se em uma área da província afegã de Nangarhar, próxima à fronteira com o Paquistão, segundo fontes do serviço secreto citadas pela imprensa local.


O antigo chefe do TTP, Hakimullah Mehsud, morreu em um ataque de um drone em outubro de 2013, da mesma forma que seu antecessor e fundador da organização, Baitullah Mehsud, quem morreu em um bombardeio deste tipo em 2009.


As forças americanas aumentaram este tipo de ataque no Afeganistão e Paquistão nos últimos meses e causaram dezenas de mortos, a maioria talibãs, segundo as autoridades de ambos os países.


O Afeganistão atravessa um de seus períodos mais violentos após no ano passado as forças afegãs assumirem a responsabilidade da segurança local conforme a retirada paulatina da missão da Otan, a Isaf, que terminará no final de 2014.


No entanto, a Otan anunciou que manterá no país 2.700 militares a partir de 2015, enquanto os Estados Unidos desdobrarão no terreno ao redor de 9.800 soldados até 2024. EFE

26/11/2014 às 06:49
Tigre libertado por Putin é acusado de massacrar curral de cabras na China

Tigre libertado por Putin é acusado de massacrar curral de cabras na China

Pequim, 26 nov (EFE).- Ustin, um dos dois tigres libertados pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin, que atravessou a fronteira e "emigrou" para a China, é suspeito de cometer um ataque em um curral de cabras que matou dois animais e deixou três desaparecidos, informou nesta quarta-feira a agência chinesa "Xinhua".


Em junho, Putin libertou três tigres siberianos em uma floresta russa, na região de Amur, como parte de um programa de preservação da espécie.


A fazenda com o curral se localiza em uma ilha do rio Amur, na fronteira entre a Rússia e a China. As pegadas e os restos deixados no local após o massacre, ocorrido no domingo passado, indicam que foi Ustin o autor da ação, segundo especialistas citados pela agência


A imprensa chinesa segue há semanas com grande atenção as peripécias de Ustin e Kuzya, os dois "tigres de Putin" que circulam por território chinês aproveitando o congelamento do rio localizado na fronteira nos meses mais frios.


Diante da expectativa causada, as autoridades pediram aos moradores da ilha, compartilhada por Rússia e China, que se mantenham afastados do felino e não ofereçam comida caso o vejam.


Kuzya, o outro tigre libertado e que também foi para a China, tentava na semana passada retornar para o território russo, informou a "Xinhua".


Os tigres pertencem a uma ninhada de cinco filhotes encontrados há dois anos e que, após serem criados em cativeiro, foram postos em liberdade, três deles em cerimônia presidida por Putin.


O fato de dois deles terem chegado à China foi motivo de muitos comentários nos meios de comunicação internacionais, onde se brincou com a "deserção" dos grandes felinos ligados ao chefe de Estado russo, que neste mês viajou para Pequim e falou sobre os animais em um encontro com o presidente chinês, Xi Jinping.


Apenas cerca de 500 tigres siberianos vivem atualmente em seu habitat selvagem, a maioria na Rússia, embora aproximadamente 20 se encontram no nordeste da China e na península coreana, perto da fronteira de ambas as regiões com o território russo. EFE

26/11/2014 às 06:28
EI transfere presos do Iraque para Síria por temor de ofensiva em Mossul

EI transfere presos do Iraque para Síria por temor de ofensiva em Mossul

Mossul (Iraque), 26 nov (EFE).- O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) transferiu dezenas de presos das prisões da cidade iraquiana de Mossul para o território sírio por temor de uma iminente ofensiva contra a localidade, informou nesta quarta-feira à Agência Efe uma autoridade local.


O chefe do Comitê de Segurança da província de Ninawa, cuja capital é Mossul, Mohammed al Bayati, explicou que a transferência começou há poucos dias e afeta dezenas de iraquianos que foram detidos pelos jihadistas após a tomada da cidade, em junho.


Os presos, entre eles oficiais de alta patente, foram conduzidos em caminhões entre extremas medidas de segurança aos locais de detenção da organização jihadista na cidade síria de Al Raqqah.


Os extremistas adotaram a medida por medo de uma iminente ofensiva contra Mossul do exército iraquiano e das forças curdas peshmergas, respaldadas pela aviação da coalizão internacional.


Bayati disse que o EI quer utilizar os prisioneiros para pressionar o governo iraquiano.


Al Raqqah, alvo dos bombardeios do regime sírio e da coalizão internacional, é o reduto mais importante do EI na Síria.


No final de junho, os jihadistas proclamaram um califado em partes deste país e do Iraque.

26/11/2014 às 06:19
Ativistas elevam para 95 mortos e 120 feridos vítimas de ataque em Al Raqqah

Ativistas elevam para 95 mortos e 120 feridos vítimas de ataque em Al Raqqah

Beirute, 26 nov (EFE).- Pelo menos 95 pessoas morreram e 120 ficaram feridas ontem nos bombardeios da aviação do regime de Bashar al Assad contra a cidade de Al Raqqah, na Síria, reduto do grupo Estado Islâmico (EI), segundo o último informe divulgado nesta quarta-feira pelo Observatório Sírio de Direitos Humanos.


A organização afirmou que pelo menos 52 vítimas fatais foram identificadas, entre as quais há três mulheres e quatro menores de idade.


Os aviões do governo lançaram dez ataques aéreos contra diversas áreas de Al Raqqah, situada no nordeste da Síria, como por exemplo uma zona industrial, um mercado, a mesquita de Al Hani e uma estação de ônibus.


Al Raqqah é o reduto mais importante na Síria do grupo jihadista Estado Islâmico, que no final de junho proclamou um califado em partes deste país e do Iraque.


A cidade e sua periferia costumam ser alvo dos ataques da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos e das forças do regime de Damasco. EFE

26/11/2014 às 05:56
Bolsa de Madri: Ibex-35 abre em alta de 0,26%

Bolsa de Madri: Ibex-35 abre em alta de 0,26%

Madri, 26 nov (EFE).- O Ibex-35, principal índice da Bolsa de Valores da Espanha, abriu nesta quarta-feira em alta de 0,26%, acima dos 10.700 pontos. EFE

26/11/2014 às 05:48
Bolsa de Paris: CAC-40 abre estável

Bolsa de Paris: CAC-40 abre estável

Paris, 26 nov (EFE).- O índice de referência da Bolsa de Valores de Paris, o CAC-40, abriu estável nesta quarta-feira, em leve alta de 0,08%, aos 4.385,26 pontos. EFE

26/11/2014 às 05:47
Bolsa de Milão: FTSE MIB abre em alta de 0,50%

Bolsa de Milão: FTSE MIB abre em alta de 0,50%

Roma, 26 nov (EFE).- O índice seletivo da Bolsa de Valores de Milão, o FTSE MIB, abriu nesta quarta-feira em alta de 0,50%, aos 20.110,61 pontos.


O índice geral, o FTSE Italia All-Share, também abriu operando em alta, de 0,41%, aos 21.196,81 pontos. EFE

26/11/2014 às 05:44
Bolsa de Londres: FTSE-100 abre estável

Bolsa de Londres: FTSE-100 abre estável

Londres, 26 nov (EFE).- O índice principal da Bolsa de Valores de Londres, o FTSE-100, abriu estável nesta quarta-feira, em leve alta de 5,53 pontos (0,08%), aos 6.736,67. EFE

26/11/2014 às 05:43
Bolsa de Frankfurt: DAX-30 abre em alta de 0,38%

Bolsa de Frankfurt: DAX-30 abre em alta de 0,38%

Berlim, 26 nov (EFE).- O índice DAX-30 da Bolsa de Valores de Frankfurt abriu nesta quarta-feira em alta de 0,38%, aos 9.898,29 pontos. EFE

26/11/2014 às 05:34
Centenas de manifestantes voltam a desafiar a polícia em Ferguson

Centenas de manifestantes voltam a desafiar a polícia em Ferguson

Ferguson (EUA), 26 nov (EFE).- Centenas de manifestantes voltaram a desafiar a polícia na cidade de Ferguson, nos Estados Unidos, na madrugada desta quarta-feira, em protesto pela decisão do grande júri de Saint Louis de não indiciar o policial branco Darren Wilson pela morte do jovem negro Michael Brown.


Após os distúrbios de segunda-feira, quando mais de 80 pessoas foram detidas, a multidão se concentrou na noite de terça em frente ao distrito policial de Ferguson, que foi protegido com grades e barricadas de concreto, na Avenida de South Florissant, no centro da cidade.


Como medida de segurança, mais de 2 mil membros da Guarda Nacional e de outros corpos de segurança foram enviados para Ferguson, que tem cerca de 20 mil habitantes, a maioria de origem afro-americana, e fica nos arredores de Saint Louis, no estado do Missouri.


Pelo menos três pessoas foram detidas, conforme pôde contatar a Agência Efe. Os manifestantes se concentraram em frente ao distrito policial, gritando palavras de ordem como "não atire!" e mostrando cartazes com frases como "queremos o fim da brutalidade policial".


"Se não há justiça, não pode haver paz", comentou à Efe Trap Maurice, um morador de 19 anos, enquanto um helicóptero das forças de segurança vigiava do céu os acontecimentos.


"Não conheci Mike Brown, mas tenho certeza que era um bom menino", disse à Efe Adam, um morador de 25 anos que agitava uma bandeira americana e, em um tom mais conciliador, defendeu a realização de "protestos pacíficos".


Apesar de não terem ocorrido atos de vandalismo tão graves como na segunda-feira, um grupo danificou e virou uma viatura da polícia perto da sede da prefeitura. Os agentes reagiram com gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes, alguns deles com máscaras de proteção.


"Saiam da rua. Permaneçam nas calçadas. Lá vocês podem se manifestar de forma pacífica. Quem ficar na rua será detido", ameaçou a polícia.


"Estão tentando nos assustar", disse à Efe um manifestante encapuzado e com o rosto parcialmente coberto.


Fora do centro da cidade, várias estradas foram interditadas e isoladas por veículos das forças de segurança, enquanto bares, restaurantes e lojas de conveniência fecharam suas portas. EFE

26/11/2014 às 05:09
Londres inaugura exposição com fotos de 150 anos de conflitos

Londres inaugura exposição com fotos de 150 anos de conflitos

Rebeca Ruiz.


Londres, 26 nov (EFE).- A Tate Modern de Londres apresentou ontem a exposição "Conflict, Time, Photography" (Conflito, Tempo, Fotografia), uma intensa e comovente viagem pelos últimos 150 anos de conflitos armados, mostrada através de imagens captadas por diversos fotógrafos.


A exposição, que estará aberta ao público a partir desta quarta-feira e até o dia 15 de março de 2015, reúne 60 projetos de 50 fotógrafos e coincide com os 100 anos do início da Primeira Guerra Mundial.


O centenário "é um momento muito importante para se refletir como foi a guerra e sobre o significado desse conflito hoje em dia", disse à Agência Efe o curador da exposição, Simon Baker. Segundo ele, a mostra busca ressaltar as consequências das guerras.


Localizada em uma ampla galeria da Tate Modern, museu de referência na arte contemporânea, a exposição é ordenada de acordo com o momento em que as fotografias foram tiradas nos conflitos ilustrados, começando por segundos ou minutos depois do fato e continuando com dias, meses, anos ou décadas.


O tour começa com uma grande foto tirada em 2006, segundos depois da explosão de uma bomba no Iraque, durante o conflito com a coalizão liderada pelos Estados Unidos.


A última sala da exposição reúne imagens de fotógrafos de países como Alemanha, Síria, Polônia e Reino Unido, que fazem uma reflexão sobre a Primeira Guerra Mundial um século após o início do conflito.


As diversas salas da galeria expõem imagens captadas sete meses após o término da Guerra do Golfo e, um pouco mais adiante, cenários do Vietnã 25 anos depois da queda de Saigon.


"Essa mostra agrupa os conflitos armados do mundo inteiro em 150 anos até o momento atual, e o conflito mais recente que aparece é a revolução na Líbia", explicou Baker.


Esta maneira inovadora de representar a passagem do tempo e os efeitos dos conflitos oferece aos visitantes a oportunidade de entender as guerras um dia ou 100 anos depois que ocorreram. Tudo isso graças à perspectiva dos fotógrafos.


A mostra conta com fotos de 2007, após a Guerra Civil Angolana, o conflito mais longo da África (1975-2002), e dos vestígios da Segunda Guerra Mundial, 16 anos depois do término.


O tour pelas imagens reflete o trauma imediato da guerra visto pelas lentes do fotógrafo britânico Don McCullin e a destruição de edifícios e paisagens no conflito do Afeganistão.


A Segunda Guerra Mundial é mostrada em diferentes fotografias, como as da Toca do Lobo (quartel-general de Adolf Hitler), do polonês Jerzy Lewczynski, e as de objetos achados em Nagasaki, do japonês Shomei Tomatsu.


Também é possível ver como era a cidade de Hiroshima nos anos 60, as paisagens urbanas de Berlim captadas pelas lentes de Michael Schmidt em 1980 e as imagens das paredes das celas de um campo de concentração no País de Gales, registradas por Nick Waplington em 1993.


Dividida em 11 salas, as fotos expostas na galeria simbolizam conflitos de todo o mundo, "da Europa até a Ásia, a África ou a América Latina", disse Baker.


No fim da exposição há uma sala especial organizada pelo Arquivo do Conflito Moderno, um acervo de fotografias de guerra acompanhado por folhas de jornais antigos.


Nesse espaço, o visitante pode voltar à época dos conflitos através de imagens de soldados na frente de batalha, mobílias e livros antigos, uniformes de fuzileiros navais e outros objetos relacionados às guerras.


A exposição da Tate Modern mostra os efeitos das guerras e como elas são vivenciadas no momento em que ocorrem, meses depois e a longo prazo, com feridas ainda abertas nas famílias e danos nos edifícios, nas paisagens e no olhar das pessoas. EFE


rrs/vnm/rsd

26/11/2014 às 05:08
Equipes entram em campo na semifinal da Liga Futsal

Equipes entram em campo na semifinal da Liga Futsal


 
     
     
 








Android Aplicativo BlackBerry iPhone
 
     
© Copyright Rádio Brasil Campinas 2009